Modelo Policial, Modelo Policial, Police

Policía y racismo en Brasil: elementos para pensar en el cambio

En la última década, al menos dos factores han contribuido a poner en primer plano la cuestión del racismo en la policía. En todo el mundo se han acumulado los efectos del encarcelamiento y la brutalidad policial dirigida a grupos racialmente marcados, lo que ha llevado a la sociedad civil a dirigir sus críticas al modelo policial configurado por la doctrina antiterrorista. Esta doctrina devolvió al ámbito de la seguridad interior categorías, procedimientos y tecnologías forjadas para la guerra contra el enemigo, reforzando la militarización de la policía. El segundo factor fue la aparición de un pensamiento negro antirracista dedicado a reflexionar sobre los propios mecanismos del racismo en la policía, la justicia penal y las prisiones.

Modelo Policial, Modelo Policial, Police

Police and racism in Brazil: elements for thinking about change

In the last decade, at least two factors have contributed to bringing the issue of racism in policing to the forefront. Worldwide, the effects of incarceration and police brutality directed at racially marked groups have accumulated, leading civil society to turn its criticism to the policing model shaped by the anti-terror doctrine. This doctrine brought back to the field of internal security categories, procedures, and technologies forged for war on the enemy, reinforcing the militarization of policing. The second factor was the emergence of a black antiracist thought dedicated to thinking about the very mechanisms of racism in the police, criminal justice, and prisons.

Modelo Policial, Modelo Policial

Polícia e racismo no Brasil: elementos para pensar a mudança

Na última década, ao menos dois fatores contribuíram para colocar em evidência o tema do racismo no policiamento. Em nível mundial, acumularam-se os efeitos do encarceramento e da brutalidade policial dirigidos a grupos racialmente marcados, levando a sociedade civil a voltar as críticas ao modelo de policiamento formado pela doutrina anti-terror. Esta doutrina trouxe de volta ao campo da segurança interna categorias, procedimentos e tecnologias forjadas para a guerra ao inimigo, reforçando a militarização do policiamento. O segundo fator foi a emergência de um pensamento negro antirracista dedicado a pensar os mecanismos próprios do racismo nas polícias, justiça criminal e prisões.

Políticas de segurança, Políticas de seguridad

O anel de Möebius e a (in)segurança

#SecurityPolicies #Pegasus Escrito por: Vicens Valentin, Barcelona y Camp d’Eix Quando o Crepúsculo dos Deuses chegar, a serpente devorará a terra, e o lobo o sol. (Jorge Luis Borges) O anel Möebius, descoberto em 1858 pelos matemáticos alemães A.F. Möebius e J.B. Listing, consiste em uma superfície geométrica unilateral. O anel tem algumas características matemáticas… Sigue leyendo O anel de Möebius e a (in)segurança

Modelo Policial, Políticas de seguridad

¿Autonomización o direccionamiento político para las intervenciones policiales en manifestaciones públicas?

este artículo identifica que gran parte del modo que adquieren las intervenciones policiales de las fuerzas federales y sus objetivos dependen, casi, exclusivamente del direccionamiento político y de las directivas emanadas en uno u otro sentido que habilitan políticas públicas preventivas o represivas.

Políticas de segurança, Publicação RISE

Os limites das políticas de segurança pública: análise de três experiências de segurança urbana

Este documento é uma síntese do debate da sessão plenária RISE 15-02-2022 baseada em apresentações de Gonzalo Garate1, Franz Vandershueren2 e Beatriz Elena Hernández Chaverra3 e conclusões de Amadeu Recasens4. A RISE propõe a continuação das nossas reuniões de diálogo aberto sobre diferentes aspectos da segurança, tais como a reunião sobre "a questão dos dados… Sigue leyendo Os limites das políticas de segurança pública: análise de três experiências de segurança urbana

Políticas baseadas em evidências, Políticas de segurança

É possível a normalização estatística entre países?

Dentro de um Estado, uma classificação uniforme das infracções baseada em códigos legais facilita a análise comparativa de dados e o intercâmbio de informações entre diferentes instituições da polícia e do sistema de justiça criminal. Por outro lado, a nível regional, são necessárias definições e classificações harmonizadas para a comparabilidade dos registos e para analisar as tendências regionais

Modelo Policial

A reforma policial no Uruguai (ou como fazer um trote de elefante)

A metáfora é útil para pensar no caminho percorrido pela Polícia Nacional Uruguaia nos últimos anos. Entre 2010 e 2020, este elefante de 33.000 oficiais acordou de uma longa sesta e foi colocado a trote para o processo de reforma policial mais significativo desde o retorno da democracia, que até apresentou características inovadoras no contexto latino-americano.